Ads 468x60px

domingo, 28 de julho de 2013

Época 2013/2014 - Benfica

Objetivos: Conquistar o título de Campeão Nacional que tem fugido nos últimos dois anos e alcançar os Quartos-de-final da Champions League

Treinador: Jorge Jesus

Mercado: 
24.7 M gastos em reforços
4.6 M recebidos de transferências
Saldo: - 20.1 M

 Neste post será analisada a época 2013/2014 do SL Benfica. Serão abordados temas como: os objetivos do clube, a abordagem ao mercado e serão feitas "Sugestões CJ" (clique no título para continuar a ler)
Leia também o post "Época 2013/2014 - FC Porto" clicando aqui 


 Na temporada transata, o SL Benfica, internamente, teve uma época quase de sonho, teve quase sempre na frente do campeonato e com um calendário mais acessível que o seu rival. No entanto as últimas jornadas do campeonato revelaram-se decisivas nas aspirações do clube da Luz, sendo que o empate com o Estoril e o golo sofrido no Dragão aos 90+1, deitaram tudo a perder. Já na final da Taça de Portugal, quando ninguém esperava, o Guimarãesdeu a volta ao jogo já nos últimos 10 minutos do encontro, causando grandesurpresa entre todos. Nas competições europeias o clube esteve mal na fase de grupo da Champions onde acabou apenas em 3º num grupo constituído por Barcelona, Celtic e Spartak Moscovo. Devido ao 3º lugar na fase de grupos, disputou a Liga Europa onde chegou à final com alguma facilidade. Na final, o Benfica defrontou o Chelsea, o anterior vencedor da Champions League, e conseguiu dominar o jogou, criou inúmeras oportunidadesde golo, mas acabou por ser novamente derrotado com um golo já nos descontos.


 Com o objetivo de conquistar o tão esperado título, Luís Filipe Vieira, o presidente do clube da luz, decidiu prolongar o vínculo do treinador por mais dois anos, renovação esta que nunca foi tão clara quanto o presidente quis fazer parecer. 

 Com a final da Liga dos Campeões a ser realizada esta temporada no Estádio da Luz, o clube sonha em chegar no mínimo aos quartos de final, mas dado o investimento que foi feito este ano e a não venda dos maiores ativos, pode-se pensar que, esta época, o Benfica tem grandes aspirações na Liga Milionária (é legítimo que os adeptos sonhem com o Benfica na final da Champions no Estádio da Luz mas os responsáveis encarnados têm de perceber é um objetivo muito difícil).

 Um dos grandes trunfos desta temporada em relação à transata é que a equipa não perdeu nenhuma das principais referências, como aconteceu no passado – Javi García e Witsel – o que irá ter muita influência nos processos e rotinas da equipa. Não terão que ser feitas adaptações como foi o ano passado com Enzo e Melgarejo.

  O clube da Luz não vendeu (até agora) nenhuma das peças fundamentais da última época como Garay, Matic, Enzo, Salvio, mas até já garantiu reforços de qualidade para essas posições como Lisandro López, que caso Garay saia é o seu natural sucessor, já que tem características idênticas, altura igual e até é mais perigoso nas bolas paradas. Sulejmani, Djuricic e Markovic chegaram para acrescentar qualidade ao ataque encarnado. O primeiro chega para ser uma alternativa válida a Salvio (Urreta nunca foi da preferência de Jesus). Djuricic chega para ocupar a vaga deixada por Pablito Aimar, que saiu a custo 0 mas Markovic, a maior esperança sérvia da atualidade (tem 19 anos), tem surpreendido e poderá "roubar" o lugar ao ex-jogador do Heerenveen. 

Plantel, alvos e "sugestões CJ":


Tática 4X2X3X1


Guarda-Redes

Artur, sempre muito regular, mas o golo sofrido contra o Estoril, que foi o golo que "perdeu" o campeonato", foi mal visto pela massa associativa, mas como já deu muitos pontos ao clube, tem também “o direito” de nem sempre estar bem, portanto que será indiscutível. Paulo Lopes tem qualidade para ser um substituto de luxo enquanto que Mika, de 22 anos rodará na equipa B é a terceira opção da equipa A.


Defesa Esquerdo

Bruno Cortez tem 26 anos e já foi considerado o melhor defesa esquerdo do Brasileirão em 2011. Ao que tudo indica, apesar das debilidades defensivas que apresenta, deverá ser o lateral esquerdo eleito de Jesus para a maioria dos jogos devido ao que contribui no plano ofensivo (ler mais). Melgarejo, Sílvio e André Almeida são as restantes opções. O paraguaio foi titular em grande parte da época passada mas que nos jogos decisivos foi preterido para André Almeida. O lateral emprestado pelo Atlético de Madrid (ler mais) é um jogador polivalente (atua em ambos os lados), muito trabalhador e agressivo que não ataca tanto como os dois mencionados, mas que não compromete a defesa. A. Almeida, em princípio será utilizado no meio campo e por vezes a defesa direito pelo que deverá ser apenas uma opção de recurso para esta posição. Luisinho devera ser vendido.


Defesas Centrais

Luisão, Garay, Lisandro, Steven e Mitrovic (equipa B) são opções de bom nível. O Benfica devia aproveitar para vender Jardel, já tem 27 anos e nunca convenceu realmente os dirigentes e os adeptos benfiquistas. 

Em suma, a qualidade existente no eixo da defesa deve permitir que alguns elementos deixem o clube. No que diz respeito aos titulares, acreditamos que Luisão será indiscutível e caso Garay permaneça (a saída do argentino está a ser equacionada já que é um dos alvos mais apetecíveis do mercado) irá fazer dupla com o capitão do Benfica. No entanto, temos a convicção de que Lisandro poderá, caso seja aposta de Jorge Jesus, surpreender e ganhar um lugar no onze.




Defesa Direito

Maxi, embora na última época tenha estado uns “furos abaixo” do que pode e sabe fazer, deverá ser o titular. Silvío será a segunda opção, enquanto André Almeida poderá também fazer a posição, mas, tal como referimos anteriormente, acreditamos que irá ser mais utilizado no meio-campo.






Médios Centro

Matic (se continuar) e Enzo Pérez devem ser titulares. Existem algumas alternativas mas falta claramente qualidade para a posição de "6" em que o sérvio é o único que apresenta um nível acima da média (na posição de "8" que desempenha Enzo as opções são melhores). Jorge Jesus tem à sua disposição nove médios centro - Matic, Enzo, Amorim, André Gomes, André Almeida e Fariña.

Seria útil comprar mais um médio que pudesse substituir Matic como, Rabiu, Jorge Enriquez, Håvard Nordtveit ou até mesmo Adrien Rabiot, jovem promessa francesa (18 anos), que na segunda metade da época foi emprestado pelo PSG ao Toulouse e se assumiu como titular, contando com 12 partidas a titular e uma partida que foi utilizado como suplente. 

Seriam, em todos os casos, aquisições pouco dispendiosas pois jogam em clubes com pouca projeção internacional (à excepção de Rabiot que atua no PSG mas o facto de ser um elemento pouco utilizado podia facilitar a transferência) e enquadrar-se-iam no tipo de trinco que Jorge Jesus aprecia- bastante altos (1.92 cm ; 1.89 cm ; 1.88 cm e 1.88 cm respetivamente), ainda jovens (o que permitiria ao treinador do SL Benfica trabalhar os jogadores ao seu gosto) e ainda a nuance de que têm um estilo de jogo muito próximo de Matic, bons recuperadores de bola, que gostam de fazer a transição da defesa para o ataque, transportando a bola com qualidade.

 Caso Matic saísse, consideramos que seria preferível, em vez de apostar num jogador de futuro (como os acima referidos), contratar um médio de qualidade inegável e, no nosso entender, Capoue seria a melhor opção para os encarnados. 

 Também achávamos importante o Benfica emprestar ou até mesmo vender pelo menos um dos médios centros que possuí. Fariña, apesar de ter chegado à pouco tempo, na opinião do CJ deveria ser emprestado pois é um elemento que não tem qualquer experiência europeia e consequentemente é o único que nunca representou o clube da Luz.

Extremos


 Mais uma posição que abunda em opções e em qualidade. Gaitán, Salvio, Ola John, Sulejmani, Markovic, Urreta, Pizzi (fala-se que pode ser emprestado ao Espanyol) e até o próprio Fariña pode fazer a posição. Nestes sete jogadores conseguimos reter nomes com muito potencial (Ola John, Salvio, Markovic e Pizzi). 

 É sem dúvida a posição onde a qualidade e quantidade mais abunda, grandes soluções tanto no “11”, como no banco, mas com a chegada de Pizzi (se não for emprestado), somos da opinião que Salvio deverá sair do SL Benfica, caso surja uma proposta que o clube considere irrecusável. Gaitán também é um dos candidatos a abandonar o clube da Luz, todavia, esta é uma opção pouco provável, pois já não possui o mercado de outrora e a sua possível venda seria por valores inferiores a 20 M, valor que pode ser aumentado caso faça uma boa época. Segundo os indícios da pré época, Salvio será titular na direita e Gaitán na esquerda. 

No que toca a aquisições, o Benfica não necessita de qualquer reforço para as alas, pelo contrário, Salvio ou Gaitán ou em “último caso” Ola John podiam abandonar a Luz.

Médios Ofensivos

 Djuricic à partida era apontado como o titular indiscutível no onze de Jorge Jesus, mas Markovic tem estado mais forte que o ex-Heerenveen e atualmente é o maior candidato a assumir a batuta do meio campo ofensivo da equipa encarnada. Incrível, com apenas 19 anos já ter esta maturidade competitiva e afirmar-se tão rapidamente no futebol benfiquista. Djuricic irá ter que trabalhar muito caso se queira impor no 11 benfiquista. Com estes dois craques e ainda Gaitán que pode fazer a posição não é necessária mais nenhuma aquisição.

Avançado


Lima foi o segundo melhor marcador da Liga Zon Sagres no seu primeiro ano ao serviço do Benfica (marcou um total de 30 golos, 20 no campeonato) e é, depois da mais que provável saída de Cardozo, indubitavelmente a referência de área do SL Benfica. Rodrigo é a única opção credível para o lugar já que N. Oliveira foi emprestado ao Rennes e Michel não conta para Jorge Jesus, portanto a aquisição de mais um ponta-de-lança deverá ser uma prioridade. 

 Na nossa opinião o Benfica deveria contratar um avançado possante à imagem de Cardozo já que no plantel não existe nenhum atacante com esta característica. Assim sendo, e como acima referimos a contratação de mais um avançado é imperiosa e 
surgem à cabeça vários nomes como o de Tim Matavz, Papiss Cissé e até Hassan, jogador do Rio Ave (estes dois últimos bem mais móveis que Cardozo mas menos fortes fisicamente).

 Temos 3 opiniões em relação a estes jogadores. Matavz iria servir como uma alternativa a Lima - não iria ser um jogador que, à partida, pudesse relegar Lima para o banco mas poderia ter alguns minutos, fazer uma certa rotação com Lima e possivelmente para a próxima época afirmar-se como o titular do Benfica. Lima já terá 31 anos na próxima época (2014/2015).

 Já quanto a Papiss Cissé, seria a contratação-bomba deste mercado de Portugal e certamente uma das melhores contratações dos últimos anos a nível nacional. Tem 28 anos mas é daqueles avançados que faz a diferença em qualquer liga do mundo. No último ano e meio no Newcastle apontou 25 golos em 61 golos, o que é uma marca muito boa tendo em conta que o clube onde joga terminou esta temporada no 16º lugar. Seria uma ótima contratação e dada a insatisfação do jogador no clube devido a questões religiosas seria uma excelente oportunidade de negócio para o clube da Luz.

 Por fim, o egípcio Ahmed Hassan de 20 anos, atacante do Rio Ave, que na última época marcou 9 golos em 25 jogos e fez boas exibições tanto ao serviço dos vilacondenses como representando a sua seleção no Mundial de sub-20 seria uma boa aposta de futuro (apesar de poder a surgir já nesta temporada). 


Que setores a reforçar? Que contratações devem ser feitas? Conseguirá o Benfica voltar a vencer o campeonato com Jesus? É possível chegar longe nas Champions? Será realístico os adeptos sonharem com um Benfica na final da Champions (além da final ser na Luz, o plantel do Benfica apresenta muita qualidade, pratica bom futebol, mas falta algum pragmatismo)? 


Veja o post "Época 2013/2014 - FC Porto" clicando aqui  

Visite a página de rumores aqui.
SL Benfica logo.svg
O blog Construção de Jogo é construído por todos.
Se gostou do artigo clique "gosto" na nossa página do Facebook.
https://www.facebook.com/pages/Constru%C3%A7%C3%A3o-de-Jogo/519057554822653


0 comentários:

Postar um comentário

 

Facebook Share